+55 (21) 3017-9090

Rua Maricá, 320 - Rio de Janeiro

Top

audios

 

Hebreus 9:15 -17  “Por isso mesmo, Ele é o Mediador da nova aliança, a fim de que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia sob a primeira aliança, recebam a promessa da eterna herança aqueles que têm sido chamados.

Porque, onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testador;Pois, um testamento só é confirmado no caso de mortos; visto que de maneira nenhuma tem força de lei enquanto vive o testador.”

             Fora da graça de Deus, existe judaísmo, se um gentio, ou seja, uma pessoa que não tem sangue de Israel nas suas veias, começar a viver como um judeu cristão, na realidade, vive uma vida de escravidão. Lido acima que Jesus, é o mediador de uma Nova Aliança. Hebreus 8:6 “Agora, com efeito, obteve Jesus ministério tanto mais excelente, quanto é Ele também Mediador de superior aliança instituída com base em superiores promessas.”

 

2 Timóteo 3:16-17 “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.”

 Quando falamos em integridade, referimo-nos à credibilidade, ao que é aceitável e confiável. Para nós, povo da Graça de Deus, a Palavra de Deus é, absolutamente, íntegra.

Existem muitos cristãos que dizem crer na Bíblia, mas não a vivenciam, não possuem uma confissão em linha com ela. Qual é a causa disso? A causa é que a Palavra não está sendo pregada segundo o Evangelho de Deus. Conseqüentemente, não está sendo entesourada no coração e não está nos lábios de muita gente.

Hebreus 10:1-2 “Ora, visto que a lei tem sombra dos bens vindouros, não a imagem real das coisas, nunca jamais pode tornar perfeitos os ofertantes, com os mesmos sacrifícios que, ano após ano, perpetuamente, eles oferecem. Doutra sorte, não teriam cessado de ser oferecidos, porquanto os que prestam culto, tendo sido purificados uma vez por todas, não mais teriam consciência de pecados?”

Estamos  falando sobre a grande necessidade de termos uma consciência limpa e boa para com Deus. Vamos abordar esse assunto porque muitos cristãos ainda praticam obras da lei, pensando que, ao se sacrificarem, ao pagarem o preço, serão melhores diante de Deus. Mas a Bíblia diz que nenhum sacrifício humano pode tornar alguém perfeito. E por que a lei não podia tornar ninguém perfeito? Porque ela não fazia com que a consciência fosse mudada. As pessoas continuavam com a consciência de pecado. Ora, precisamos entender que aqui está a grande chave da vida espiritual. Quando o Espírito Santo opera na consciência, ele opera no homem total. A lei não podia fazer isso. Ela não podia ir à raiz do problema do ser humano, pois era composta de sacrifícios, de ritos, de cerimônias, de festas, de comida, de bebidas, mas os seus 613 mandamentos não mudavam a consciência do homem.