+55 (21) 3017-9090

Rua Maricá, 320 - Rio de Janeiro

Top

DEUS NÃO É O NOSSO PROBLEMA

DEUS NÃO É O NOSSO PROBLEMA

Filipenses 2:7-11: “…antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.”

Começamos a abordagem desse tema, e gostaria de fazer uma pergunta: Por que tantas pessoas estão dentro de Igrejas e não se rendem totalmente ao Senhor? Por que há tantas áreas vulneráveis? Qual será a razão? Jesus se esvaziou, diz a Palavra do Senhor, se humilhou, tornando-se obediente. Ele foi o modelo, o padrão e se esvaziou para ser obediente, rendendo-se totalmente à vontade do Senhor.

Muitas pessoas não se rendem ao Senhor por causa de um espírito identificado com o nome de soberba.

Salomão disse assim, quando escreveu Provérbios 16:18: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda..”

Sempre que vemos alguém arruinado é porque é soberbo, e a Bíblia diz que a altivez do espírito e a auto-suficiência precedem a queda. Outro aspecto claro é a auto-suficiência.

Paulo diz em 2 Coríntios 3:5: “não que, por nós mesmos, sejamos capazes de pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus”

A soberba e a auto-suficiência fazem as pessoas, muitas vezes, fazerem escolhas erradas, equivocadas.

O grande sábio diz, em Provérbios 16:1: “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR. Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o SENHOR pesa o espírito.”

Confia ao Senhor as tuas obras, os teus desígnios, e os teus caminhos vão ser estabelecidos.

Olha o que diz Provérbios 14:12: “Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte.”

A Bíblia diz que há caminho que parece direito, mas ao cabo dá em caminho de morte. Deus estabeleceu a Sua Igreja e somos parte dela. Somos um Corpo, cada um com sua função, sua capacidade e com o seu valor dado por Deus.

Olha o que Jesus diz, em João 15:5: “Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

Se o Mundo entendesse a Palavra, talvez as pessoas não fossem tão soberbas ou tão auto-suficientes, porque Ele diz: “Sem mim nada podeis fazer”.

Uma outra razão para as pessoas não se renderem totalmente a Deus é a procrastinação. Há pessoas que dizem: “Apóstolo, eu quero, um dia, me dedicar 100% à vida espiritual, mas ainda não estou preparado. Quando eu parar de fumar, quando me aposentar, pensarei na situação”. São desculpas, pois, na realidade, estão evitando uma decisão definitiva diante do Pai.

Deus fez sempre tudo perfeito. Gênesis 1:31 diz isso: “Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom…”

Toda Obra de Deus sempre foi boa. Toda a Terra e toda a humanidade foram afetadas pela queda do homem e, por essa queda, veio a dor, a morte, o sofrimento, vieram as tragédias e isso passou a ser parte da vida do homem.

Lembra da Palavra em Gênesis 1:28? “E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.”

Deus deu capacidade ao homem de dominar sobre tudo. Mas, o homem, ao pecar, passou esse domínio para Satanás, e essa é a razão do mal que assola a humanidade.

Vê que em Eclesiastes 7:29 o Senhor diz: “Eis o que tão-somente achei: que Deus fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias.”

Deus fez o homem bom, mas ele se meteu em muitas astúcias e, depois, culpa Deus.

Deus é o Autor de toda boa dádiva. Olha a história de Jó: ela se resume em três momentos: Deus o abençoou, o inimigo o atacou e Deus o restaurou.

Jó 3:25, pois há uma experiência muito interessante: “Aquilo que temo me sobrevém, e o que receio me acontece.”

Jó vivia no Antigo Pacto, debaixo de condenação e de morte. Ele sentia tanto medo que o mal chegou a sua vida. Ele não sabia quem era Jesus, não conhecia o Deus ressuscitado.

Olha o que diz Jó 42:5, 10: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem. Mudou o Senhor a sorte de Jó, quando este orava pelos seus amigos; e o Senhor deu-lhe o dobro de tudo o que antes possuíra.”

A nossa relação espiritual transcende a Bíblia. A nossa relação é com o Pai, com o Criador, com o Senhor Jesus Cristo.

Jó viu Deus agir na sua vida. Ele não conhecia a Obra de Cristo, o diabo não havia sido derrotado, os principados e as potestades ainda não haviam sido expulsos. Nós nunca vamos dizer: “Deus permitiu o mal na nossa vida!” Deus não pode permitir o mal. Ele é o Autor do bem.

Olha o que diz Hebreus 2:14: “Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo,”.

A palavra destruir, do original grego, é Kartageo, ou seja, o diabo está limitado, impedido de entrar em nós, conforme ele fez na vida de Jó, conforme fez naquela mulher, serva de Abraão, que andou encurvada muitos anos.

Romanos 5:12, 17, 19 explica: “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram. Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a morte, muito mais os que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo. Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos.” Percebe que, quando Jesus está na tua vida, és restaurado e resgatado.

Jesus reconquistou o que Adão perdeu, e essa restauração chegou a tua vida.

Diz Romanos 10:9-10: “Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação.”

O salvo não pode ser condenado, porque nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. A justiça já foi feita na cruz do Calvário. Nós saímos do domínio de Satanás para a autoridade de Deus.

Jesus mostra quando isso acontece, em João 8:31-32. Ele diz: “Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

A Verdade te liberta das garras de Satanás, te liberta do domínio do mal.

Diz em Atos 10:38: “…como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele;”.

Jesus só veio fazer o bem. Deus e o diabo não trabalham juntos. Eles são oponentes. Jesus veio fazer o bem, veio curar os oprimidos do diabo. Muitas pessoas pensam que há uma coalizão secreta, que Deus permite que o inimigo venha e nos adoeça para transformar o nosso caráter, para nos amadurecer. Amado, quem amadurece, quem transforma caráter, quem faz a pessoa renascer é o Espírito Santo de Deus. Um crente que mente, que rouba, que faz e acontece, não foi regenerado; ele ainda está fazendo as obras do diabo. O inimigo é quem oprime e faz adoecer. O Senhor jamais daria permissão ao diabo para atacar a nossa vida. Confirma em I João 5:18.

Foi o chamado livre-arbítrio que fez o homem se tornar derrotado, infeliz, doente. Ele trouxe a morte ao homem. Deus fez tudo bem, mas o homem se meteu em muitas astúcias. A razão porque eu estou proclamando esta mensagem é para te dizer uma vez mais: Ama a Palavra. Deus é a nossa solução. Ele não é o nosso problema. Deus é o nosso Pastor, o nosso Protetor, o Redentor, Propiciação dos nossos pecados, é o nosso Pai amado.

Vê o que diz Davi no Salmo 23:1-6.

Toda vontade de Deus nos céus é a mesma vontade de Deus na Terra. Olha o que diz Mateus 6:10: “venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu;”.

As coisas boas dos céus, Deus quer na Terra, para as nossas vidas. Se acreditares nisso, a manifestação da glória e da abundância virá na tua vida.

Muitos pensam que foi Deus quem espetou um espinho na carne de Paulo. Vamos ver isso. Precisamos compreender a Verdade, porque só a Verdade liberta. Olha o que diz II Coríntios 12:1-7: “Se é necessário que me glorie, ainda que não convém, passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos, foi arrebatado até ao terceiro céu (se no corpo ou fora do corpo, não sei, Deus o sabe) e sei que o tal homem (se no corpo ou fora do corpo, não sei, Deus o sabe) foi arrebatado ao paraíso e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir. De tal coisa me gloriarei; não, porém, de mim mesmo, salvo nas minhas fraquezas. Pois, se eu vier a gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas abstenho-me para que ninguém se preocupe comigo mais do que em mim vê ou de mim ouve. E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte”.

Paulo chegou a dizer aos Romanos: “Desgraçada a carne que eu tenho em mim, porque, às vezes, o querer fazer o bem está em mim, mas não o realizá-lo. Desventurado homem que sou. Quem me livrará desta carne?” Ele conhecia a sua carne, sabia quem ele era como homem. Não foi Deus quem permitiu, foi a possibilidade da soberba que permitiu.

Um anjo de Satanás perturbava Paulo na sua carne.

Vamos em 2 Coríntios 12:8-10: “Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.”

Um demônio perturbava a cabeça de Paulo. Isso não tem nada a ver com Deus. Graça quer dizer poder, ajuda, habilidade, sobrenatural, amor, luz, unção. Tudo o que Deus é, nos basta! Ele veio dizer que nós somos justificados pela fé, que fomos redimidos de toda maldição da lei, que Cristo em nós é a esperança da glória, que os dons e a chamada são irrevogáveis, que nada pode nos separar do amor de Deus, que Ele nos predestinou em amor, que nos selou para o dia da redenção, que os dons do Espírito Santo são nosso direito, que somos o Corpo de Cristo, que somos salvos para sempre. Foram tantas as revelações que Paulo trouxe, que elas, na realidade, nos libertaram.

Olha o que diz em Gálatas 4:13-14: “E vós sabeis que vos preguei o evangelho a primeira vez por causa de uma enfermidade física. E, posto que a minha enfermidade na carne vos foi uma tentação, contudo, não me revelastes desprezo nem desgosto; antes, me recebestes como anjo de Deus, como o próprio Cristo Jesus.”

Paulo tinha uma oftalmia, um problema qualquer nos olhos, que criava uma certa repugnância nas pessoas. Tanto que, depois, em Gálatas 6:11, ele diz: “Vede com que letras grandes vos escrevi de meu próprio punho.”

Ele tinha um problema que o fazia escrever com letras grandes, algum problema que era um espinho na sua carne. Quando uma pessoa ouve a Graça de Deus, ela muda, luta pela vida, não se curva, não baixa a cabeça, nunca mais se deixa enganar.

Paulo reconheceu que o Poder de Deus se aperfeiçoava na sua fraqueza. Quanto mais ele dependia de Deus, quanto mais a sua carne era conhecida, mais a Glória de Deus se manifestava. Como esse homem suportou os ataques?! Vê em II Coríntios 11:21-30.

Ele sabia quem era na carne, por isso diz, em II Coríntios 4:7: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.”

Olha o que diz II Cortíntios 12:12: “Pois as credenciais do apostolado foram apresentadas no meio de vós, com toda a persistência, por sinais, prodígios e poderes miraculosos.”

Ninguém conseguiu parar o Apóstolo Paulo, pois as credenciais e o Poder de Deus repousavam nele, e a Graça era suficiente.

O espinho de Satanás, na vida de Paulo, tentava impedir o seu avanço. Porém, ninguém o impediu, tanto não impediu que a Palavra chegou até o Ministério Cristo Vive. Precisamos dizer ao Mundo o que aprendemos da Revelação do terceiro céu.

Paulo, em Romanos 8:37-39, diz: “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.”

Quem pode nos separar do Amor de Deus? Ninguém! Jesus veio para te exaltar, para cresceres e veres a Sua vontade e a Sua glória.

Por sua Graça, por sua misericórdia, pela eterna Redenção que Ele nos trouxe, magnificamos o Senhor nesse Ministério.

Isaías 12:4 diz: “Direis naquele dia: Dai graças ao SENHOR, invocai o seu nome, tornai manifestos os seus feitos entre os povos, relembrai que é excelso o seu nome.”

Levanta uma das tuas mãos e diz: “O Teu nome é bom, é maravilhoso, é conselheiro, é Deus forte, é Pai da eternidade, é a minha vitória! Aleluia!”

Tu que estás lendo este Recado, especialmente aquele que não havia compreendido essas verdades, Deus está te chamando para uma entrega total e incondicional a Ele.

Quero terminar, dizendo: não endureças o teu coração perante as Verdades do Criador, pois pior do que a morte é viver sem a Verdade de Jesus.

Deus vai restaurar a tua vida totalmente, como Ele fez com a minha vida. Deus não é o teu problema, é a tua solução. Vem para Ele com a tua dor, com as tuas lágrimas, com os teus medos, com os teus temores, com as tuas angústias, com os teus fardos, com as tuas quedas, com as tuas falências. Vem, é hora de uma grande mudança de vida. É o Senhor Jesus quem te chama. É o Espírito de Deus quem preparou esta hora.

Ele traz a paz, o equilíbrio de vida, a restauração, aleluia!

ASSIM SEJA, ASSIM DISSE O SENHOR!

Teu Apóstolo, irmão e amigo, Miguel Ângelo.

Se nossa Mensagem tem abençoado a tua vida, se estas palavras tem feito bem ao teu espírito, ajude-nos a mantê-la, seja um semeador. Com certaza seu dízimo e oferta semeado em nosso ministério de evangelização, será honrado por Deus em tua vida com bençãos sem medidas. CLIQUE AQUI PARA DOAR!

Compartilhar
1Comentário
  • eduardo caetano de souza
    07/01/2013em10:57

    estou escrevendo para dizer que ameis esta mensagem. e que Deus continue ti dando sabedoria que vem do alto.amém

Escrever um Comentário