+55 (21) 3017-9090

Rua Maricá, 320 - Rio de Janeiro

Top

Estudos – A MENTALIDADE VENCEDORA

Estudos – A MENTALIDADE VENCEDORA

Atos 13:41 “Vede, ó desprezadores, maravilhai-vos e desvanecei, porque eu realizo, em vossos dias, obra tal que não crereis se alguém vo-la contar”.

 

Meu filhinho na fé, minha família amada, povo do Senhor, selo do meu apostolado!

Deus tem chamado o nosso Ministério a construir um grande Projeto de Vida Vitoriosa, para que todos tenham razões para orar. Eu creio que o objetivo de Deus em fazer esta grande obra, que contada ninguém acreditará, é para que a Igreja restaure a sua influência em nosso país e no mundo.

Eu tenho dito à Igreja que o objetivo do Ministério de Oração e Intercessão é formar um grande “Cinturão de Segurança” ao nosso redor, ao redor da nossa família, da nossa casa, do nosso bairro, da nossa cidade, do nosso estado, do país de do mundo.

Eu creio que através do levantamento de cem mil intercessores, que nós estamos pedindo a Deus, convidando e desafiando as pessoas a participarem, Deus fará com que nós, por meio da oração, tomemos as cidades, e o domínio de Cristo seja restabelecido. Neste momento, ouve-se falar de crimes, de drogas, de corrupção, de prostituição, de bebida alcoólica, e parece que é isso que domina a cidade. Mas, através da oração e da intercessão, nós vamos restabelecer o domínio de Cristo em nossas vidas, em nossos lares, em nossa cidade, em nosso país e no mundo! Se tu crês, dize: ‘amém!’

Meu amado, desde dezembro passado eu estou falando à Igreja que a única força capaz de trazer tudo isto à existência é a força da oração. A oração é como uma barreira, é como um véu que nos protege contra todo o mal, contra a malícia, contra a crueldade, contra a ganância, contra a mentira, contra o engano, contra a inveja e contra toda forma de maldade. A oração cria uma barreira, cria um véu de proteção em torno de quem ora, e de quem intercede. Mas, a oração é, também, como uma brisa fresca que dá paz e restaura o homem e a mulher de Deus das fadigas causadas pelas lutas do dia-a-dia. Precisamos, realmente, de uma vida de oração para restabelecer a paz interior e a harmonia de que tanto necessitamos para viver. A oração é também como uma labareda de fogo, que chega ao trono de Deus e que é recebida por Ele com taças de ouro, como incenso suave. Tu te recordas do que disse o Apóstolo Paulo aos Filipenses? Ele disse: ‘Como aroma suave, como sacrifício aceitável e aprazível a Deus’, assim é a nossa oração, assim é a nossa comunhão com Deus, assim é a nossa intercessão.

Eu estou criando, com este início de mensagem, bons pensamentos, que vão gerar esperança, para despertar, na vida da Igreja, a necessidade da intimidade com Deus. Porque, quando começamos o nosso dia em oração, Deus faz com que as Suas promessas de recompensa se manifestem.

Quando dizemos: vida de oração, nós, na realidade, estamos criando uma mentalidade vencedora e positiva na tua vida! Por quê? Porque muitas pessoas não usufruem coisas grandes de Deus, porque em suas mentes há a idéia de que elas não são merecedoras, não são capazes de atingir metas. Essa é a mentalidade negativa que nós reverteremos com este Recado.

Tudo o que nós fizermos, tudo: um copo de água, a oração, a intercessão, o joelho no chão, a palavra de ânimo, o carinho a uma pessoa, o testemunho, o folheto, tudo isto, diz a Palavra do Senhor, não é vão. Lê I Coríntios 15:58.

Meu irmão, é preciso que eu te diga que esta grande mobilização é para aqueles que são justos, para aqueles que servem a Deus, para aqueles que sabem que há um memorial diante de Deus. Agora, meu amado, a minha pergunta é: onde tu queres estar quando chegarmos ao final de 2013? O que queres ter conquistado quando terminar o ano de 2013? Quais são os alvos que queres atingir? Onde queres estar daqui a um ano? E daqui a dois anos? E daqui a cinco? E daqui a dez anos? É óbvio que o teu crescimento de vida só acontecerá se tu começares a agir agora, de hoje em diante, com envolvimento profundo com Deus. A coisa mais importante nesta hora é a tua mentalidade, a forma como tu pensas a respeito disto. A tua mentalidade nesta hora é absolutamente importante. Em Provérbios 23:7, o Senhor ensina, dizendo: “Porque, como imagina em sua alma, assim ele é…”.

A mentalidade de um homem determina o lugar onde ele quer chegar. O que eu tenho nos meus pensamentos dizem quem eu sou. Se na minha mente há pensamentos positivos, vencedores, que não são transigentes com o erro, que não aceitam a derrota, que não aceitam a cabeça baixa, se a minha mente é de um conquistador, a minha vida será assim. Mas, se a minha mentalidade for tacanha, pequena, as minhas realizações também serão pequenas e tacanhas. É necessária uma mentalidade de fé, positiva, de vencedor!

Vamos conversar sobre isto, mostrando como Deus age em momentos difíceis, em momentos de crise, em momentos em que a mentalidade estava voltada para o sacrifício, para o desajuste, para a perda, para a tristeza, para a angústia… Vê o que diz a Palavra do Senhor, em Êxodo 2:23: “Decorridos muitos dias, morreu o rei do Egito; os filhos de Israel gemiam sob a servidão e por causa dela clamaram, e o seu clamor subiu a Deus.”

A primeira coisa que eu quero que tu saibas e tenhas consciência é que na tua mobilização, ainda que estejas gemendo ou debaixo de servidão, Deus ouve o teu clamor! Versículo 24: “Ouvindo Deus o seu gemido, lembrou-se da sua aliança com Abraão, com Isaque e com Jacó.”

Irmão, a minha vida espiritual começou em um leito de enfermidade, em uma cadeira de rodas. Eu sei como é o sofrimento em um leito de enfermidade. Eu estive quase dois anos deitado em uma cama de hospital. Era horrível a humilhação, a servidão, o gemido. Eu sei que há pessoas lendo esta mensagem, que podem estar debaixo da servidão do álcool, da droga, do sentimento de derrota, dos pensamentos de suicídio. Outros estão gemendo: Quantos gemidos?! Quero que tu saibas que o nosso clamor sobe a Deus!

E diz no versículo 25: “E viu Deus os filhos de Israel e atentou para a sua condição.”

Pode ser que muitas pessoas, que estão lendo este Recado, se sintam sem perspectiva de vida e, mentalmente, perguntem: ‘Como é que eu posso mudar? Quais são as perspectivas de mudanças?’ A perspectiva é o que diz a parte “b” do versículo 23: “… e o seu clamor subiu a Deus.”

O Senhor, em Sua soberania, estava preparado para agir em consonância com as promessas feitas a Abraão e em função das orações do povo de Deus. Era preciso livrar e preservar o povo de Deus, era preciso que o povo de Deus clamasse, e ele clamou. Deus, então, disse: ‘Eu me lembro do que disse a Abraão!’ Lê Gênesis 12:1-3.

É preciso que tu saibas que o Projeto de Vida Vitoriosa, a convocação e a mobilização para o Exército de Intercessores estão baseados na providência de Deus. O que é providência de Deus? Providência de Deus é o cuidado que Ele tem com todos os Seus e com toda a Sua obra. Vê isto no Salmo 145:9: “O SENHOR é bom para todos, e as suas ternas misericórdias permeiam todas as suas obras.”

Então, a primeira providência de Deus é: o cuidado com os Seus. Segundo, a preservação que Ele tem conosco. Salmo 36:6, diz assim: “A tua justiça é como as montanhas de Deus; os teus juízos, como um abismo profundo. Tu, SENHOR, preservas os homens e os animais.”

Olha o que diz o Salmo 104:27-28: “Todos esperam de ti que lhes dês de comer a seu tempo. Se lhes dás, eles o recolhem; se abres a mão, eles se fartam de bens.”

Deus cuida, preserva, tem provisão, dá livramento. Salmo 91:3 “Pois ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa.” Isto é providência de Deus!

Quando os filhos de Deus clamaram, sabiam que Deus tinha esta providência. Quando nós clamamos, quando oramos, também sabemos que Deus cuida, que Ele preserva, provê, livra os santos, ata e determina o caminho dos santos. Provérbios 16:9 “O coração do homem traça o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos.”

Provérbios 19:21 “Muitos propósitos há no coração do homem, mas o desígnio do SENHOR permanecerá.”

Tudo em nossas vidas é determinado por Deus e por Sua providência. Nós não estamos aqui por um acaso. Nós não estamos neste mundo entregues ao “deus-dará”. Estamos nas mãos de Deus! Lê Isaias 63:14.

Amado, nós devemos confiar na providência de Deus, devemos depender inteiramente da providência de Deus, devemos nos encorajar segundo a providência de Deus, devemos orar em dependência absoluta da providência de Deus.

O que eu tenho aprendido com Deus é que a Sua providência é vigorosa e suficiente para o sucesso dos nossos planos. Na providência de Deus não há fracassos!

Nós não seríamos capazes de vencer sozinhos, não seríamos capazes de obter nada do Projeto de Vida Vitoriosa por nossa capacidade, pela nossa suficiência. A Bíblia diz que Deus nos capacitou para sermos ministros de uma Nova Aliança, e que a nossa suficiência vem de Deus. Ao fazermos este projeto, ao mobilizarmos a Igreja em intercessão, ao convidarmos e ensinarmos o povo de Deus a orar, nós, na realidade, estamos fazendo o quê? Pedindo a intervenção de Deus nas nossas vidas.

Continuando, em Êxodo 3:7: “Disse ainda o SENHOR: Certamente, vi a aflição do meu povo, que está no Egito, e ouvi o seu clamor por causa dos seus exatores. Conheço-lhe o sofrimento.”

Quando leio passagens como esta, eu percebo que a minha vida não é apenas algo que o meu pai e minha mãe fizeram, há todo um processo de Deus, há todo um controle absoluto de Deus sobre mim. Até as coisas que parecem mal, transformam-se em bem, até aquilo que parecia maldição, transformou-se em bênção. Tu percebes como é que Deus se interessa por nós, até mesmo nas coisas mínimas? Deus tanto se interessa por uma dor de cabeça, quanto por um câncer. Dizem os versículos 8-9: “por isso, desci a fim de livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir daquela terra a uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel; o lugar do cananeu, do heteu, do amorreu, do ferezeu, do heveu e do jebuseu. Pois o clamor dos filhos de Israel chegou até mim, e também vejo a opressão com que os egípcios os estão oprimindo.”

Deus está atento à tua condição, à minha condição: Ele sabe o que o gafanhoto te roubou, Ele sabe os anos de vida que tu perdeste, Ele conhece o sofrimento que aquela mulher, ou aquele homem te infringiu, Ele sabe os teus desapontamentos, e disse: ‘Eu desci para livrá-los! O seu clamor chegou até mim.’

O que mais me impressiona neste projeto é como Deus reverterá situações, sim, porque, se o gafanhoto te tirou uma casa, ou um salário, ou uma família, enfim, o correspondente a alguma coisa que te trouxe sofrimento, Deus te dará em dobro e com prazer tudo que te foi tomado. É preciso que tu saibas que Deus reverte situações. Ele reverteu a minha vida, Ele reverteu a vida de centenas de pessoas, Ele fará o mesmo no Rio de janeiro, no Brasil e no mundo. Lê Êxodo 34:10.

Nós precisamos estar preparados para isto, com a mentalidade de fé, dizendo: ‘Senhor, eu creio que tu podes reverter todas as situações!’

Agora, interessante é o que se passou adiante, depois que Deus livrou definitivamente o povo do Egito. Vamos ver em Números 13:1-2: “Disse o SENHOR a Moisés: Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel; de cada tribo de seus pais enviareis um homem, sendo cada qual príncipe entre eles.”

Deus deu tudo que eles precisavam para reverter e compensar os anos de cativeiro e de sofrimento. Deus fez um “Projeto de Vida Vitoriosa” para eles. Mas, amado, na hora em que precisavam dizer amém para Deus, houve uma situação interessante. Olha. Números 13:30 “Então, Calebe fez calar o povo perante Moisés e disse: Eia! Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela.”

Agora, enquanto Josué e Calebe tinham a mentalidade vencedora, os outros dez espias continuavam com a mentalidade de escravo, continuavam com a mentalidade negativa, tacanha, pequenina. Versículo 31: “Porém os homens que com ele tinham subido disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós.”

Vês a mentalidade negativa como é? Enquanto Josué e Calebe diziam que conseguiriam vencer, porque criam que Deus estava no controle, os outros dez espias diziam que não. Lembra-te do que eu disse há pouco: aquilo que tu imaginas em tua alma é aquilo que tu és. Se tu achares que o diabo tem 50 metros de altura, dois dentes de aço, um rabo que te enlaça, um chicote na mão e um tridente, ele terá esse tamanho. Mas, se tu disseres que ele é um gato desdentado, que não tem nenhum valor para ti, ele não terá nenhum valor. És tu que determinas.

Irmão, tu achas que há alguém mais forte que tu nesta terra? Quando tens consciência e diz: ‘Maior é Aquele que está em mim, do que aquele que está neste mundo!,’ não há nada que possa te derrotar!

Os dez espias tinham a “mentalidade do Egito”, porque no Egito a única coisa que eles viam era chicote, chicote, trabalho, trabalho, sofrimento e gemido. Quando Deus disse: ‘Tudo aquilo é vosso!’ Eles disseram: ‘Ah! Não podemos. Eles são mais fortes do que nós!’ Agora, de onde eles tiraram a idéia de que os moradores da terra eram mais fortes do que eles? Dizem os versículos 32-33: “E, diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos.”

Isto se chama mentalidade negativa, mentalidade derrotista, mentalidade pequena. Foi o que eles demonstraram! Eles andavam pelo que viam, não andavam por fé, e, assim, eu vejo o povo de Deus hoje em dia. Estão sempre dizendo: ‘Eu não posso! Eu não sou capaz! Eu não vou ser nada!’ Irmão, a obra é grande! Esta nação ainda não viu manifestado aquilo que já aconteceu no mundo espiritual. Tu deves tomar posse, irmão!

Nós temos a Mente de Cristo! Devemos crer na providência de Deus! Deus opera a nosso favor! Precisamos nos sentir merecedores! O problema é que a maioria do povo de Deus está com a “mentalidade do Egito”.

Amado, nós saímos do mundo. O Apóstolo Paulo disse que nós não devemos aceitar o presente século, não devemos nos conformar com o presente século, mas, devemos renovar a nossa mente, para podermos experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Então, onde começa a obra do Senhor? Na nossa mente. É a mentalidade do “não dá…” que nós devemos extirpar da Igreja.

É claro que não podemos estar em uma Igreja poderosa, com a mentalidade do mundo. Nós temos a Mente de Cristo! E tu não podes te sentir insignificante. Nós temos a mente de vencedor, irmão! Nós temos o coração de campeão, o espírito de conquistador!

Alguém pode perguntar: ‘Pastor, o irmão está me ensinando a ser soberbo?’ Não! Eu estou te ensinando a ser um conquistador! Deus já te deu a “Terra Prometida!” Deus já deu uma “terra ampla.” Eu recebo para a minha vida! Recebe, também, para a tua vida!

É hora de nós orarmos e intercedermos, confiarmos e confessarmos a vitória. Jesus Cristo já a conquistou na cruz, já derrotou o diabo e o seu reino, o “Egito”.

Eu termino com o Salmo 110:2-3 o Senhor diz à Igreja: “O SENHOR enviará de Sião o cetro do seu poder, dizendo: Domina entre os teus inimigos. Apresentar-se-á voluntariamente o teu povo, no dia do teu poder; com santos ornamentos, como o orvalho emergindo da aurora, serão os teus jovens.”

Nós somos o “exército” na Igreja. Nós avançaremos com o cetro de autoridade e faremos com que o Reino de Deus seja estabelecido totalmente. O inimigo e o seu reino já caíram por terra! Nós faremos com que se cumpra tudo aquilo que Jesus conquistou na cruz do Calvário: a prosperidade, a saúde, a salvação, a paz, a felicidade, o bem-estar, a terra ampla, a terra boa… Não importa se na frente estão os gigantes; a nossa oração derruba os gigantes.

Não aceites a “mentalidade de gafanhoto”, a “mentalidade do Egito” que afirma: ‘não dá, não pode, eles são mais fortes, eu sou pequenino, eu não estudei…’ Tu estás participando de um Projeto de Vida Vitoriosa e este Projeto se consumará. Este Projeto já é uma realidade na tua vida.

Deus está sendo glorificado!!! Aleluia! Dize: ‘amém!’ Quem tem a Mente de Cristo diga: ‘amém!’

ASSIM SEJA, ASSIM DIZ O SENHOR!!!

Teu Apóstolo, irmão e amigo, Miguel Ângelo.

Se nossa Mensagem tem abençoado a tua vida, se estas palavras tem feito bem ao teu espírito, ajude-nos a mantê-la, seja um semeador. Com certaza seu dízimo e oferta semeado em nosso ministério de evangelização, será honrado por Deus em tua vida com bençãos sem medidas. CLIQUE AQUI PARA DOAR!

Compartilhar
1Comentário
  • Helio
    19/05/2013em23:27

    Inspiracao de Deus!!!!!!!

Escrever um Comentário