Tem cuidado de ti mesmo

TEMA: TEM CUIDADO DE TI MESMO – DOMINGO – 1906 – 30/05/2004.

Texto: 1 Timóteo 4:16: “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes.”

Santo e precioso de Deus, pedra que vive, raça eleita, sacerdócio real, meu filhinho na fé, selo do meu apostolado!

O Apóstolo Paulo, a quem nós imitamos espiritualmente, escreve uma carta a seu filho na fé, Timóteo, fazendo duas importantes admoestações. Timóteo era um jovem tímido e estava intimidado pelo fato de Paulo estar preso. Ele diz assim: “Primeiro, cuida de ti. Segundo, cuida da doutrina”.

Nós, hoje, também somos chamados por Deus para cuidar da doutrina. A Bíblia chama a doutrina de sã, saudável. É uma doutrina que cura, que transforma, que levanta a pessoa.

Por que devemos cuidar da doutrina? Porque a tendência é ela ser permeada com falsidades. Precisamos ter zelo pela doutrina da Graça de Deus, não aceitar qualquer palavra, não aceitar até, muitas vezes, o que se diz que é Evangelho e não é.

Paulo, quando escreve a Timóteo, fala do zelo que devemos ter com a doutrina. 1 Timóteo 4:1: “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios,”.

Os ensinos enganadores e os ensinos de demônios não são passados no teatro, ou no cinema, ou no restaurante. Não! Eles são ensinados em lugares chamados de igrejas.

Grande parte do povo de Deus não pensa em cuidar da doutrina. Qualquer movimento que surja na cidade já é motivo para um monte de gente correr atrás, bebendo, muitas vezes, de uma fonte absintosa, matadora, cancerígena.

Diz, em 1 Timóteo 4:2: “pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência”.

A doutrina é a vida, o sangue, o coração, o cérebro, a coluna vertebral, o ser total da Igreja. Ela não pode ser manipulada nem misturada. Ela deve ser sã, saudável.

Muito bem, além de cuidarmos da doutrina, é igualmente importante cuidarmos de nós mesmos. Essa é uma área importante da qual vou tratar até o final da mensagem.

Muitos crentes ficam muito preocupados em cuidar do diabo, quando a Bíblia mostra que ele é derrotado. Tu deves ter cuidado contigo.

Bem, por que devemos ter tanto cuidado conosco?

Temos um espírito convertido, mas uma carne terrível. A carne do cristão não se converte. Carne é carne. Paulo, em Efésios 4:22, lembra isso à Igreja. Ele disse: “no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano,”. Temos um velho homem que precisa ser submetido diariamente. Por isso que Paulo disse a Timóteo que ele deveria cuidar de si.

O inimigo, quando a pessoa não cuida da doutrina, joga falsidades para perverter a Palavra de Deus. Mas, quando ela não cuida de si mesma, passa a ter problemas na sua vida.

Vamos voltar a 1 Timóteo 4:16: “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes.”

A pergunta é: essa salvação é referente à vida eterna? Não! Ninguém é salvo por se cuidar ou cuidar da doutrina. A Bíblia diz que somos salvos por Graça, que é um dom de Deus. Então, do que nos salvamos quando cuidamos da doutrina e de nós mesmos? Salvamo-nos da apostasia, dos falsos profetas, dos sofismas, das ativesses e das fortalezas. Vamos entender esse assunto com detalhes, porque ele é interessante.

Diz Filipenses 3:1-2: “Quanto ao mais, irmãos meus, alegrai-vos no Senhor. A mim, não me desgosta e é segurança para vós outros que eu escreva as mesmas coisas. Acautelai-vos dos cães! Acautelai-vos dos maus obreiros! Acautelai-vos da falsa circuncisão!”

Quando o Pastor cuida de ensinar as ovelhas de Cristo, na realidade, está gerando segurança! Muitas vezes, as doutrinas são maculadas por causa dos “cães”, por causa dos falsos obreiros fraudulentos.

“Acautelar” vem do original grego: “BLEPO”, que significa: “não desviar a atenção, ficar firme”. Então, Paulo disse: “Olha, cuidado, “BLEPO”, com os “cães”, com os falsos obreiros, com os falsos da circuncisão, pois eles querem misturar coisas na vossa cabeça. Eu vos escrevo para vos dar segurança.”

Depois, diz, em Filipenses 3:3: “Porque nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos a Deus no Espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne.”

A carne é fiel ao pecado e vai contra a Palavra. A tendência da carne é a concupiscência do pecado, do engano. A inclinação da carne é para o pecado e para a morte. Por isso é importante cuidar de si. Devemos estar sempre atentos, porque é isso que gera segurança.

Filipenses 3:21 diz: “o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas.” E diz, em 1 Pedro 3:21: “a qual, figurando o batismo, agora também vos salva, não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo;”.

Paulo diz que a carne é corpo de humilhação e Pedro que ela é imunda. Ou seja, Deus está mostrando à Sua Igreja que nós precisamos estar atentos ao que a carne pode ser suscetível. Por isso que a Igreja Cristo Vive não promulga uma vida de obras da carne. Sabemos que na carne não há bem algum. Não andamos segundo as inclinações da carne. Nós a submetemos e vivemos por Fé.

Em todo lugar onde há grande ênfase às obras da carne, há imensas fortalezas. Somente o Evangelho da Graça de Deus pode transformar o homem total.

Paulo disse, em 2 Coríntios 5:16: “Assim que, nós, daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne; e, se antes conhecemos Cristo segundo a carne, já agora não o conhecemos deste modo.” Por isso não confiamos na carne. Nossa vida está totalmente submetida a Deus. Confiamos no Espírito. Até Jesus não quer ser visto na carne. Por isso que na Igreja Cristo Vive não temos uma cruz com uma figura pendurada, nem batistério, nem passamos óleo na cabeça das pessoas, nem se canta a via crusses, nem se sofre de joelhos pelo chão, nem se dá chicotadas nas pessoas, nem se cospe nas pessoas, nem se põe coroa de espinhos na cabeça de ninguém. Tudo o que aconteceu com Jesus na carne não é para nós repetirmos. Não queremos ver Cristo carne, porque este foi o nosso substituto. Ele fez tudo isso para que não tivéssemos que o fazer.

Há muitos crentes que só são conhecidos pela carne: aquele irmão diz palavrão, aquele outro fez não sei o que, aquele prejudicou não sei quem, aquele falou deste… são coisas da carne. O que Paulo disse? Cuida da tua carne, cuida de ti. Não cuides do irmão. Não fiques preocupado com o irmão. Preocupa-te contigo. Paulo está querendo dizer que podemos ser o nosso grande inimigo se dermos asa à carne.

Em Hebreus 4:12 diz: “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração.”

A lei é para a carne, para coisas exteriores. A Graça divide a alma do espírito; é para o interior. No Espírito, não temos nenhum problema; ele está perfeito. A Bíblia diz que somos renascidos de uma semente incorruptível, pedras vivas, salvos para sempre, propriedades exclusivas de Deus, sacerdócio real, nação santa, predestinados, escolhidos, amados, eleitos. A área espiritual está perfeita. Mas, na carne, somos vasos de barro. 2 Coríntios 4:7“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.”

Os vasos de barro precisam ser cuidados. Eu conheço muito vaso de barro quebrado, porque cuidou do irmão, do demônio, do diabo, da doutrina, cuidou de tudo, mas não cuidou de si mesmo.

Vê o que um vaso de barro passa: 2 Coríntios 4:8 “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo.”

Jesus quer manifestar a Sua vida no nosso corpo, por isso devemos cuidar de nós mesmos. Essa é uma grande admoestação, amado. É uma grande admoestação porque estamos tomando consciência de que a nossa preocupação não é com o diabo, mas conosco.

2 Coríntios 3:4-6 diz assim: “E é por intermédio de Cristo que temos tal confiança em Deus; não que, por nós mesmos, sejamos capazes de pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus, o qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.”

Vou te dizer um segredo: nunca penses que tu sozinho és capaz de alguma coisa. Uma das fortalezas que o inimigo joga na mente é tentar te convencer de que tu não precisas de Pastor, de igreja, de Deus. Quando ele consegue fazer com que penses dessa forma, significa que passaste a acreditar que a tua suficiência vem de ti. Isso é confiar na carne.

Diz, em 2 Coríntios 10:3-5: “Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne.” Ou seja, não nos deixamos levar pela carne. Pela carne, nenhum de nós estaria bem.

Sabe de uma coisa, quando a pessoa vive na carne, ou seja, quando ela não cuida de si com excelência, a tendência é o inimigo jogar setas e dardos, estabelecer uma área de controle na sua mente, no seu coração, que a Bíblia chama de fortaleza. A fortaleza, o sofisma e a altivez, sempre são contra o conhecimento de Deus. O inimigo cria uma situação para que tu não acredites no que Deus diz e passes a acreditar no que ele diz. Por quê? Porque a carne para nada aproveita.

Quando falo de carne, me refiro a pensamentos, sentimentos da alma e do coração do cristão.

As fortalezas se instalam quando a pessoa se submete aos padrões do mundo. Ela é crente, mas admite o mundo na sua vida. Paulo escreve, em Romanos 12:2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

Quando não aceitamos, não nos conformamos com o século, somos transformados na mente e experimentamos o que é bom, perfeito e agradável. Mas, quando aceitamos os padrões deste século, não somos transformados. A nossa mente se adapta às fortalezas e não experimentamos o que é bom, agradável e perfeito.

É importante tratarmos disso porque uma das grandes fortalezas que se estabelecem na mente das pessoas, que ouvem o que o mundo diz, é imaginar que uma coisa que é mutável se torna imutável. Não aceites o que o século diz, fica com a Bíblia. No momento em que não aceitamos o que a Bíblia diz e aceitamos o que as estatísticas, as conveniências e o que o mundo dizem, formamos fortalezas na cabeça. E a fortaleza paralisa, limita, intimida e fragiliza a vida. E eu vou te dizer mais: grande parte das pessoas que vive no mundo espiritual, possui fortalezas na mente.

As fortalezas precisam ser destruídas. Tu não podes, de forma alguma, permitir que a tua vida seja laboratório de experiências. Nós já fomos laboratório, quando estávamos no mundo. Hoje, não podemos mais. Somos o que somos pela Graça do Senhor. Na minha mente e na tua mente não pode haver, em hipótese alguma, nenhuma fortaleza, até porque essa foi uma das missões de Jesus. Em Lucas 4:18, o Senhor diz: “O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos”

Quando Jesus está na vida de uma pessoa, ela não pode mais ser cativa, não pode ser mais oprimida. Não é possível tu seres possuído por Deus e pelo diabo. Não existe isso! Agora, existem dardos e setas que, quando a pessoa tende a aceitar o que o mundo diz, o que as estatísticas dizem, o que o corpo sente, a despeito do que a Bíblia diz, entram na mente da pessoa criando fortalezas.

Então, vamos dar um passo adiante nessa questão das fortalezas.

Uma das coisas que mais cativam e oprimem a vida dos evangélicos é o espírito de solidão. Quando esse espírito de solidão, de menos valia, de isolamento, entra na vida, na mente de uma pessoa, ele possui várias formas de se expressar. Ele se expressa através da depressão, de ansiedades, de distúrbios de conduta, de um sentimento enfermo ou doentio.

Eu sei que algumas pessoas se sentem complemente sós. É inexplicável esse sentimento pois elas são casadas, possuem filhos, pais, trabalho, mas se sentem como se fossem abandonadas, ilhadas, desamparadas. Estão sofrendo de uma armadilha diabólica chamada: fortaleza da solidão. É um sentimento doloroso. Os dias são intermináveis, as noites são longas e mesmo quando a pessoa está com gente do lado, sente-se só. É como se ela fosse um ser invisível. Vamos ver o que Deus nos diz sobre como quebrar essa fortaleza.

Deus diz assim, em 1 Samuel 12:22: “Pois o SENHOR, por causa do seu grande nome, não desamparará o seu povo, porque aprouve ao SENHOR fazer-vos o seu povo.”

A primeira informação importante é a seguinte: Deus não nos desampara! Não há motivo para sofrer de solidão, de vazio interior. Não! Não! Não! Se tens intimidade com o Pai, se vais à reunião de oração, se tens o teu tempo a sós com Deus, não há lugar para a solidão.

Jesus diz, em Mateus 28:20 “ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.”

Quem recebeu Jesus como Senhor e Salvador, quem O confessou como soberano da sua vida, nunca está só. Não pode sofrer dessa amarra chamada de isolamento, solidão. Paulo disse isso, em Gálatas 2:20“logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.”

Diz, em 1 Coríntios 6:17: “Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele.”

Quem tem Jesus no coração não pode permitir o isolamento, a solidão, porque isso é uma fortaleza que deve ser destruída. Jesus está na tua vida!

Diz Romanos 8:35: “Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?” Com a permissão do Espírito do Senhor poderíamos muito bem incluir a solidão nessa lista.

Mostra a Palavra do Senhor, em Romanos 8:38-39: “Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura  poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.”

A sensação atormentadora do vazio é angustiante. Gera um temor inexplicado, desesperador. Esse tipo de sentimento não se coaduna com o Evangelho de Cristo. O Senhor não o quer. São fortalezas que devem ser destruídas. Nós precisamos tirar da nossa vida aquilo que nos desestimula a viver, pois é exatamente isto que o inimigo quer: desestimular, jogar setas, dardos e onde ele encontra abertura, faz a obra.

A situação, às vezes, para algumas pessoas, é tão dramática, que elas se metem no álcool. E bebem, bebem, bebem… para quê? Estão matando a solidão. É para esquecer. Como uma pessoa de boa índole, de repente, torna-se um alcoólatra? Como uma pessoa de boa índole, de repente, se mete com drogas? Bilhões de dólares são gastos, anualmente, com calmantes. O que é o calmante? É uma fuga, muitas vezes, de uma solidão inexplicada.

Deus entende desse assunto como ninguém. Um dia, viu que Adão estava só. Diz, em Gênesis 2:18: “Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só…” A primeira fortaleza que Deus condenou na Bíblia foi a solidão.

Então, eu queria te fazer algumas recomendações.

Primeira: tem uma relação boa com o teu marido e com a tua esposa. Segunda: desenvolve amizades sinceras no Corpo de Cristo, pessoas com as quais tu podes contar.

Terceira: envolve-te com grupos ou com áreas de trabalho da igreja.

Quarta: procura socializar-te com irmãos cujos interesses são comuns.

Quinta: estejas disposto a dar um pouco de tua vida pela igreja e pelo Reino.

Agora é a hora de muitos se livrarem das fortalezas da solidão. Deus encherá o vazio que sentem, quebrará a solidão, porque a vida debaixo do espírito de solidão é amarga, fechada.

A pessoa que sofre de solidão não se permite ser amada. Está trancada. Às vezes, possui uma família bonita, mas começa a gerar um sentimento de insatisfação, de solidão. E a solidão e a insatisfação são armas que o inimigo usa para destruir as pessoas.

Quero, para exemplificar esta mensagem, falar de um rei que, por causa do isolamento, se meteu num problema tão grave, tão grave, que manchou as páginas da Bíblia, apesar de ser um homem segundo o coração de Deus. Eu quero te falar de Davi.

Em 2 Samuel 11:1, diz a Palavra do Senhor: “Decorrido um ano, no tempo em que os reis costumam sair para a guerra, enviou Davi a Joabe, e seus servos, com ele, e a todo o Israel, que destruíram os filhos de Amom e sitiaram Rabá; porém Davi ficou em Jerusalém.”

Davi deveria ter ido para o fronte de guerra, para a batalha, mas ficou sozinho em Jerusalém. Isolado, num espírito de solidão, o inimigo meteu-lhe imediatamente uma fortaleza na cabeça. Vê 2 Samuel 11:2-5 “Uma tarde, levantou-se Davi do seu leito e andava passeando no terraço da casa real; daí viu uma mulher que estava tomando banho; era ela mui formosa. Davi mandou perguntar quem era. Disseram-lhe: É Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de Urias, o heteu. Então, enviou Davi mensageiros que a trouxessem; ela veio, e ele se deitou com ela. Tendo-se ela purificado da sua imundícia, voltou para sua casa. A mulher concebeu e mandou dizer a Davi: Estou grávida.”

Um abismo sempre chama outro abismo. Um problema chama outro problema. Um homem que tinha quantas mulheres livres quisesse, porque estava sozinho, acordando tarde, cabeça vazia, foi se interessar pela mulher de um de seus oficiais. O diabo botou-lhe uma fortaleza na mente: ele, ao invés de olhar para as suas mulheres, adulterou. Vê quantos problemas surgem quando a pessoa não cuida de si?

Bem, para livrar-se do problema ele tinha que arranjar uma saída: tentou fazer com que Urias deitasse com a mulher para fingir que o filho era seu e não dele. Percebe como Davi se enrola cada vez mais. 2 Samuel 11:13: “Davi o convidou, e comeu e bebeu diante dele, e o embebedou; à tarde, saiu Urias a deitar-se na sua cama, com os servos de seu senhor; porém não desceu a sua casa.”

Olha o que uma fortaleza faz! O diabo monta uma trama, e a pessoa cai. Monta outra, e a pessoa cai, porque ela não está cuidando de si, não está cuidando da doutrina.

Agora, vendo-se sem saída, Davi fez ainda pior. 2 Samuel 11:15-17: “Escreveu na carta, dizendo: Ponde Urias na frente da maior força da peleja; e deixai-o sozinho, para que seja ferido e morra. Tendo, pois, Joabe sitiado a cidade, pôs a Urias no lugar onde sabia que estavam homens valentes. Saindo os homens da cidade e pelejando com Joabe, caíram alguns do povo, dos servos de Davi; e morreu também Urias, o heteu.”

Olha o que dá não cuidar de si e de sua casa: foi gostar de quem não podia, engravidou uma mulher alheia, quando tinha centenas de esposas, embebedou o comandante, mandou-o propositalmente para a frente de guerra para morrer. Uma fortaleza na cabeça de uma pessoa faz com que um homem como Davi, um homem brilhante, um rei segundo o coração de Deus, não cuide de si.

Em 2 Samuel 11:27, diz: “Passado o luto, Davi mandou buscá-la e a trouxe para o palácio; tornou-se ela sua mulher e lhe deu à luz um filho. Porém isto que Davi fizera foi mal aos olhos do SENHOR.” O que Davi fez foi mau aos olhos do Senhor.

Agora, vê como são as ações de Deus. 2 Samuel 12:1-11“O  SENHOR enviou Natã a Davi. Chegando Natã a Davi, disse-lhe: Havia numa cidade dois homens, um rico e outro pobre. Tinha o rico ovelhas e gado em grande número; mas o pobre não tinha coisa nenhuma, senão uma cordeirinha que comprara e criara, e que em sua casa crescera, junto com seus filhos; comia do seu bocado e do seu copo bebia; dormia nos seus braços, e a tinha como filha. Vindo um viajante ao homem rico, não quis este tomar das suas ovelhas e do gado para dar de comer ao viajante que viera a ele; mas tomou a cordeirinha do homem pobre e a preparou para o homem que lhe havia chegado. Então, o furor de Davi se acendeu sobremaneira contra aquele homem, e disse a Natã: Tão certo como vive o SENHOR, o homem que fez isso deve ser morto. E pela cordeirinha restituirá quatro vezes, porque fez tal coisa e porque não se compadeceu. Então, disse Natã a Davi: Tu és o homem. Assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre Israel e eu te livrei das mãos de Saul; dei-te a casa de teu senhor e as mulheres de teu senhor em teus braços e também te dei a casa de Israel e de Judá; e, se isto fora pouco, eu teria acrescentado tais e tais coisas. Por que, pois, desprezaste a palavra do SENHOR, fazendo o que era mal perante ele? A Urias, o heteu, feriste à espada; e a sua mulher tomaste por mulher, depois de o matar com a espada dos filhos de Amom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o SENHOR: Eis que da tua própria casa suscitarei o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres à tua própria vista, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com elas, em plena luz deste sol.”

Davi deveria estar ocupado com a guerra, mas ficou sozinho, isolado. Ele era rei, mas mesmo assim se sentia só. Foi preciso buscar a mulher do próximo. Uma fortaleza, um ciclo, uma armadilha, que gerou outra, que gerou outra, que gerou outra, que gerou outra, e o que ele fez em oculto todo o Israel perante o sol haveria de saber.

No final da história, Deus honra Davi. 2 Samuel 12:24 “Então, Davi veio a Bate-Seba, consolou-a e se deitou com ela; teve ela um filho a quem Davi deu o nome de Salomão; e o SENHOR o amou.”

É muito importante tu prestares atenção ao que eu te ensino. Às vezes, por causa de uma armadilha de solidão, de um sentimento perverso, a pessoa se mete em esquemas humanos e acaba cometendo atos em oculto, mas que Deus conhece.

Cuida de ti! Cuida de ti! Na hora em que no oculto chegar uma situação de fortaleza, tu conseguirás reagir.

É importante nós cuidarmos de nós mesmos. Não há fortaleza que penetre na vida da pessoa, quando ela cuida de si mesma.

ASSIM SEJA, ASSIM DISSE O SENHOR!

FIM.

 

TV CRISTO VIVE

TV Cristo Vive

Clique e assista

Participe de nossos cultos ao vivo, direto de nossa Sede Internacional no Rio de Janeiro - Brasil.

CULTOS

Cultos Brasil

Áudio | Vídeo

Domingo - 9:00h e 18:00h
Segunda-feira - 19:30h Quarta-feira - 19:30h

Cultos Portugal

cristoviveportugal@gmail.com

Domingo - 10:00
Segunda-feira - 20:30
Quarta-feira - 20:30
Horário de Lisboa

Cristo Vive em Portugal

ARQUIVOS

Visite nosso arquivo de mensagens em Áudio ou Video
Visite nosso arquivo de mensagens em texto

Cristo Vive em Portugal Blog do Eleito Facebook TV Online Milagres Vivos Youtube TV Cristo Vive Youtube Igreja Cristo Vive Palavra Profética