As promessas de Jesus para a Páscoa

João 13:1 “Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim.”

Hoje, por ser um dia especial, precisa ser ensinado e explicado. O tema de hoje é: AS PROMESSAS DE JESUS NA PÁSCOA.

Nós não temos que celebrar mais dias de festa, nem sábados, nem luas, nem festas, a Igreja tem que saber o que significa para o povo de Deus, este dia que os primeiros discípulos, os primeiros Apóstolos chamaram de O dia do Senhor. Quando João estava na ilha de Patmos, no dia do Senhor, ele ouviu uma voz, era domingo, o dia de Consagração.

Antes da festa da Páscoa, que era uma das sete festas dos judeus, sabendo Jesus que era chegada a hora de passar deste mundo, ele sabia que ia morrer e sabia que ia passar deste mundo. Todos nós, um dia, vamos passar deste mundo. E diz a palavra do Senhor: “Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim.”

Esta palavra vai enriquecer os nossos corações.

Oremos ao Pai:

Senhor Jesus Cristo, eu continuo dando a ti glórias e honras, porque eu sei que vêm de ti a força, a majestade, a riqueza, a honra e a glória. Nossa provisão vem de ti. E nesta hora, nos unimos à Família da Missão Apostólica da Graça de Deus, Igreja Cristo Vive, aqui, no nosso santuário, a nossa Igreja sem paredes e sem fronteiras, pela internet e satélites do mundo, aqui, está o semeador, o Anjo da Igreja, a quem tu constituíste Mestre da palavra e Apóstolo para as Nações. Use os meus lábios, as minhas cordas vocais para dar expressão e rosto aos teus sentimentos e ao teu ser. Em nome de Jesus. E o povo de Deus diga: Amém! Amém!

Meus amados irmãos, minha família espiritual, meus filhinhos, selo do meu apostolado, família de Deus, povo de Cristo, edifício bem ajustado! Há alguns meses nós vivemos o período de Natal. Todos nós, o nosso templo foi decorado, a Igreja tinha uma decoração especial, nas nossas casas nós colocamos algum sinal a respeito do Natal e ganhamos presentes, trocamos presentes, comemos com as famílias juntas, enfim, vivemos o espírito do Natal. A Igreja de Cristo não sabe viver o espírito da Páscoa. Por isso, hoje, nós vamos aprender a viver o período, talvez, o mais importante da história da humanidade. A Páscoa que era uma das sete festas dos Judeus. Para nós, hoje, a Páscoa tem um significado muito grande porque é o dia da ressurreição de Jesus. O mais importante evento na vida evangélica mundial.

O que aconteceu com a crucificação?

O que aconteceu com a ressurreição?

Na crucificação e na ressurreição nós somos bem preparados. A revelação da Graça de Deus já nos ensinou muita coisa.

Mas, a minha pergunta é:

O que aconteceu na véspera da Páscoa?

Qual era o sentimento?

Que se passava nas vidas das pessoas?

E é isto que eu quero compartilhar contigo, com a igreja. Nós vamos falar sobre a Páscoa, a véspera da Páscoa e a ressurreição. São os grandes sinais que mudaram a história da humanidade.Então, Jesus diz: “Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim.”Jesus sabia que haveria uma hora, e que estava bem próxima, em que ele deixaria o mundo para voltar ao seu trono porque na realidade Ele e o Pai eram um.Ele desceu do trono, se fez homem, se revestiu de carne, usando o ventre de Maria, mas, agora estava chegada hora e ele sabia disso, de voltar para o trono, de assumir o lugar que lhe pertencia.

Três anos ele serviu no Ministério público, ele viajou pela Palestina, ele viajou por Israel, ele andava com os doze discípulos e, naturalmente, Ele foi rejeitado pelos religiosos, mas Ele foi amado pelos pecadores, desprezados, aleijados, os cegos, os paralíticos, as prostitutas, os publicanos. Ele chama os doze discípulos e diz: Meus amados, chegou a hora de eu passar para o outro mundo e de eu ir ter com o Pai!

Eu pus a me imaginar ontem, quando eu preparava este recado, o que os doze discípulos pensaram? Meu Deus! O cristianismo vai desaparecer! Se o Senhor vai voltar e nós vamos ficar, aqui, embaixo, o que não vai acontecer com o Cristianismo? Porque se imaginarmos quem eram os doze discípulos que estavam no time de Jesus, grande parte deles era problemático. Pedro mentiu, traiu. Tiago e João eram invejosos, eles queriam ter um lugar de mais destaque. Judas Iscariotes era o traidor. Era uma gama de pessoas muito frágeis e Jesus disse: É hora de eu passar deste mundo! Talvez, eles estivessem preocupados porque não havia uma estrutura, não havia um plano teológico, não havia uma estrutura de um edifício, não havia um Seminário, não havia uma Rede de Comunicação Mundial. E os doze, na realidade, não estavam preparados para a partida de Jesus. Jesus disse: Eu vou partir! Chegou minha hora! É aqui, que começa um dos segredos do Evangelho: Jesus partiu, mas não os abandonou! É muito importante que eu explique o que ele fez antes da Páscoa, para entenderes a Páscoa e a ressurreição. Jesus não os abandonou!

A palavra “abandono” mexe com a vida de quase todos nós porque, aqui, há pessoas que foram abandonadas pelas suas famílias, outros foram abandonados pelos pais, outros pela esposa, pelo marido, pelos amigos, e todos nós, em algum momento, nos sentimos abandonados. E eu queria que tu imaginasses, agora, porque isso tem a ver conosco. Quando Jesus disse: Olha, eu vou para meu Pai! E alguém deve ter dito: Mas, qual vai ser o nosso futuro? Você vai morrer, você vai partir para outro mundo, e nós? O que vai acontecer conosco?

Então, Jesus deixou uma estratégia, e a mesma estratégia que ele deixou para os discípulos, ele deixou para nós. E é isso que eu quero que tu entendas. Antes de ir para cruz do calvário e antes de haver a ressurreição, no dia de Páscoa, daqui a três, quatro dias, antes da Páscoa, ele deixou quatro grandes dádivas que foram os alicerces do Cristianismo e que chegaram até os dias de hoje.

O que ele deixou em primeira dádiva?

A certeza do futuro – Isto não existe em nenhum lugar, nenhum governo é capaz de fazer, nenhuma instituição é capaz de fazer a não ser Jesus.João 14:2 e 3 “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também.”

Isto como cristão me encanta. Jesus dizendo: Eu vou passar deste mundo, eu estou para morrer, daqui a pouco vai chegar a crucificação, depois a ressurreição, mas eu quero que vocês saibam que eu não vos abandonarei. Por quê? Porque eu vou voltar. Eu vos garanto o futuro. E isto para mim é força do evangelho de Cristo. Meus amados, num mundo tão frágil, onde a linguagem dos povos é igual hoje no Brasil, no Uruguai, na China, no Japão, na Europa, na África. A linguagem dos povos é a mesma. Qual é a linguagem dos povos? Sofrimento, dor, angústia, medo, terrorismo, morte, droga, prostituição, aborto…Esta é a linguagem dos povos. Jesus diz àquela gente que estava trêmula: Eu vou preparar para vocês um novo mundo! O mundo que será o nosso lar final. Então, eu entendo isto de todo meu coração e recebo no meu espírito, que a primeira coisa que Jesus queria deixar patente aos corações e a todos nós é a garantia do nosso futuro, enquanto o mundo tem uma linguagem de morte, de sangue, de sofrimento, Jesus disse: Vocês não são daqui!

Colossenses 3: 2 a 4: “Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus. Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória.”

Então, esta certeza do futuro, esta certeza de que Jesus mostrou de um novo mundo é que eu volto, hoje, aqui, para dizer: O Nosso futuro está certo! Nós viveremos em glória para sempre. No meio do caos deste mundo, há uma certeza do mundo de Deus.

1ª Pedro 1:3 e 5 “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo..”

Há uma herança incorruptível, que não se corrompe. O que é isto? Isto é uma coisa real, como Deus é real. Esta é a promessa de Jesus: Ele vai voltar para reunir todos os eleitos, para que todos os eleitos vivam a eternidade com ele. E todos os eleitos digam: Amém!

Eu acredito que o que eu acabei de dizer nestes doze minutos já seriam suficientes. Já poderíamos voltar apara casa e dizer: Há um futuro no meio deste caos, há uma certeza da proteção de Deus, há uma certeza da vida eterna. Mas, Jesus não deixou só uma instrução a respeito do futuro, ele deixou um consolador da nossa vida.

A segunda dádiva – Dar-nos um consolador

João 14:16 e 17 “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco.”Ou seja, não há hipótese de um crente perder a salvação, quem recebe o Espírito Santo, o recebe para sempre.

No versículo 17: “o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.”O mundo AYON, o mundo da perdição não pode receber, os filhos do diabo não podem receber. Receberá, o mundo OKUMENE, o mundo da salvação. “O mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis,(Os eleitos de Deus, pedras vivas) porque ele habita convosco e estará em vós.”

Jesus disse: Eu vou partir, mas você terá:

1) A certeza do teu futuro.

2) O Consolador

O Consolador, o Paracleto, o Advogado do teu lado. Ele diz que estará para sempre. Ele não te deixará, ele habitará em ti. Esta certeza de que o Espírito de Deus está em nós é que nos dá força para a vida. Quando nós nos convertemos há uma transformação, o Espírito nos selou, nos batizou, nos ungiu, nos revestiu, nos encheu e passou a viver em nós. Por isso, que emRomanos 8:9 diz “Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.”Mas, se tem o Espírito Santo, é dele.

É por isso que quem tem o Espírito pode dizer: Aba Pai! O mundo não tem, o filho da desobediência não tem, o cabrito não tem, o lobo não tem, o vaso de desonra não tem, mas, o escolhido tem, o predestinado tem. E diz a palavra que Ele tem este espírito que habita em nós.

Então, ser cristão é ter o Espírito Santo. O Espírito Santo não é uma manifestação que depende dos meus merecimentos, é ao contrário, em Efésios 1:13 diz: “em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa;”

A palavra “selados” é a mesma coisa que: ungido, revestido, cheio da plenitude, batizado.

Então, diz que no dia em que nós cremos, nós fomos batizados. Gálatas 4: 6 e 7 “E, porque vós sois filhos, enviou Deus ao nosso coração o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai! De sorte que já não és escravo, porém filho; e, sendo filho, também herdeiro por Deus.”

Então, tu és herdeiro de quê? De saúde, de finanças próprias, de casa própria, de família feliz, felicidade e bem-estar nesta vida, de alegria do teu futuro certo. Tu és herdeiro com o crente Abraão.

O Espírito Santo não veio para o filho do diabo. Deus já sabia quem eram os filhos dele, aqui, na terra porque desde antes da fundação do mundo, o Senhor nos criou para a sua salvação.1ª Coríntios 12:3 o Senhor diz: “Por isso, vos faço compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus afirma: Anátema, Jesus! Por outro lado, ninguém pode dizer: Senhor Jesus!, senão pelo Espírito Santo.”

Uma pessoa que tem o Espírito Santo nunca pode pecar contra Jesus. Não existe isto! Ah! Eu era da Igreja, eu era salva, mas um dia eu disse um palavrão contra Jesus e ele me jogou no inferno! Ninguém que tenha o Espírito, que foi selado, ungido, pode dizer que Jesus é maldito! Ou pode dizer: A obra que Jesus está fazendo é o demônio que está fazendo! Não pode! Por outro lado, ninguém pode recebê-lo ou confessa-lo, como o mundo diz aí fora: aceitá-lo, se não for pelo Espírito. Ou seja: Primeiro o Espírito vem e depois eu digo: Aba Pai! Primeiro o Espírito sela e depois eu digo: Eu recebo Jesus como meu Senhor.

55% dos evangélicos do mundo, não acreditam que o Espírito Santo vive neles! Porque não sabem quem é o Espírito Santo. Eles pensam que é uma pomba e ficam batendo palmas, andando na Igreja de um lado para o outro. 2ª Coríntios 3:17“Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.”

E onde está o Espírito do Senhor, aí há o quê? Condenação, prisão, vida no inferno? Não! Onde há o Espírito do Senhor, aí há liberdade. Somos livres para adorar a Deus.

Então, diz que o Espírito é o Senhor. Então, quando estás falando de Jesus, estás falando do Senhor, quando falas do Senhor, estás falando do Espírito. O Espírito é Jesus, Jesus é Espírito, quando  falas do Pai, falas de Jesus, Jesus é o Pai. Pai é o espírito. Porque nós não servimos a três deuses, servimos a um único Deus, cujo nome é Senhor Jesus Cristo.

Então, por que eu preciso dizer isto? Que Jesus deixou o Espírito Santo como o nosso consolador?

Porque muita gente sofre muito com medo de Deus  abandonar. Há pessoas já foram tão feridas, tão machucadas, que quando vêm para Igreja e que acham que porque alguém brigou com a sogra, o Espírito Santo saiu. Porque eu disse uma palavra mais dura, o Espírito Santo foi embora. Por isso que nas igrejas todo domingo, as mesmas pessoas vêm na frente e  aceitam Jesus. Voltam para casa, brigam com a família, voltam para a Igreja, aceitam Jesus. Porque a angústia de imaginar que o Espírito Santo se vai, é a angústia que os mesmos discípulos tinham. Não!  Jesus disse: Eu enviarei o consolador e estará convosco para sempre.

Sabe como Paulo disse no novo pacto, em Romanos 11:29? Ele disse: “porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis.”“Porque os dons (o batismo) e a vocação (quer dizer que nós fomos vocacionados por Deus) são irrevogáveis.”

E eu vou te dizer mais: tu podes até cometer um pecado, duvido que o cometas, porque a pessoa que tem o Espírito Santo não tem esta inclinação mais, porque quem tem a semente divina não vive em pecado, mas vamos imaginar um crente selado, vocacionado que diz assim: Ah! Já que é irrevogável, então, eu vou pecar! Eu já não creio desta forma, eu creio que a pessoa que tem o temor de Deus não se mete onde o diabo anda. Mas, imagine que a pessoa se meta. O pior pecado deste mundo não teria capacidade de destruir o valor do sangue de Jesus. Porque senão o sangue dele seria de cabrito ou de galinha d’Angola. Não tem! É por isso que ele diz: “Os dons e as chamadas são irrevogáveis.”

Ou seja, o selo do Espírito Santo é para sempre. Tenha confiança nesta palavra! João 16:7diz: “Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei.“

Quem é que nos convenceu?

Quem é que nos trouxe à Igreja?

Quem é que nos fez admitir a respeito do juízo, da justiça e do pecado?

Quem é que mudou a nossa vida?

Quem é que regenerou?

Quem é que lavou a nossa vida com o lavar regenerador da palavra?

O Espírito Santo de Deus! Foi por isso que Jesus disse: Eu enviarei um outro Consolador! Eu não estarei, aqui, em pele e em carne, mas o meu Espírito, que sou eu, vai estar. Então, este espírito passou a habitar aonde? Em mim, em ti, em cada um de nós que somos dele.

Então, nós somos:

Templo do Espírito Santo;

Santuário de Deus;

Morada do Altíssimo;

Deus é um Espírito conosco;

Nós estamos assentados em lugares celestiais juntamente com Cristo;

Nossa vida está oculta em Deus através de Jesus.

Esta confiança, esta certeza era o que Jesus queria que os ministros dele, os discípulos tivessem no coração: Eu voltarei. Vocês terão um futuro garantido. Eu enviarei o Consolador!

Agora, o versículo que mais me faz agradecer a Deus é João 14:18 “Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros.”

Não há órfãos nesta Igreja! Nenhum de nós poderá dizer: Apóstolo! Ontem, eu estava orando e o Espírito Santo saiu, e ficou lá em cima pendurado, na minha janela dizendo: Ciao! Eu não gosto mais de você! Você raspou a perna, raspou as axilas, cortou o cabelo, botou perfume, tomou banho com sabonete  perfumado. Eu não te gosto mais. Eu gosto de perna cabeluda, axila peluda, eu gosto de cabelo grande, aquele bolo de noiva, eu não gosto mais. Eu estou triste. Eu vou chorar!

Ele disse: Não! Eu não vos deixarei órfãos! Eu estarei convosco para sempre! Os evangélicos não acreditam nisso. Eles acham que eu estou mentindo. Eles acham que o que eu li, aqui, na bíblia, a maioria diz: Ele criou uma bíblia nova! Não é que eu criei uma bíblia nova, é que os nossos olhos foram iluminados! Os olhos do nosso coração, hoje, compreendem qual é a herança e a esperança dos santos. Por isso, há um bom futuro para nós.

Então, Jesus disse: Eu vou partir, mas tu terás:

1) A certeza do teu futuro.

2) O Consolador

3) Paz

A Terceira dádiva é a paz.

João 14:26 e 27 diz: “mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito. Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”Ele diz: “mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas…”

Quem está nos ensinando, nesta manhã, é o Espírito Santo. Vai ensinar todas as coisas.“…e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.”

O Espírito Santo nos faz lembrar de tudo: Que tu és um eleito, um escolhido, um predestinado, Ele é um espírito contigo, és cabeça, não és cauda. E depois ele diz, noversículo 27: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”

Então, Jesus sabia que eles iriam passar por problemas grandes. Como ele estava para partir, ele disse: Eu não vou te deixar só! Eu te garanto o teu futuro. Eu vou deixar o Consolador que é o meu Espírito, que está manifestado em cada um de vocês. Não deixarei orfandade, mas eu vou deixar um Espírito que não existe calmante nenhum que garanta, que é a paz. E ele disse em João 15:11 “Tenho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo.”

A paz de Deus é a garantia, é o árbitro em nossos corações. Nós vivemos num caos. Já estamos com 400 pessoas na internet. Um abraço grande a todos, um beijo carinhoso do Apóstolo. Vamos ganhar o mundo para Jesus! Ajudem-me a comprar o uplink! Você que está na internet, você está ajudando a criar a nossa igreja sem paredes, sem fronteiras. Vamos colocar uma antena na sua casa, no seu escritório, você vai fazer uma grande congregação.

Então, num mundo de caos, a linguagem do Rio de janeiro, hoje, qual é a linguagem do Rio de Janeiro, hoje?  É assim: Quantos morreram, hoje? Quantos mataram? Bala perdida! Mataram mais dois policiais, morreu um assaltante, matou uma senhora, mãe de família, mataram uma mãe que ia passando… Esta é a linguagem do Rio de Janeiro, do nosso dia-a-dia! E você não pensa que é só aqui. Todos os países do mundo têm esta mesma linguagem: dor, sofrimento, angústia.

Então, Jesus disse: Eu vou deixar a paz para que teu gozo seja bom, para que você tenha prazer de ser cristão, para que tu tenhas prazer de vir à Igreja, para que tu sintas gozo especialmente, no momento da dor, da luta, e você diga: não! Eu não sou órfão! Deus está comigo! Eu nunca serei abandonado!

Então, a pergunta que surge, agora, é:

Como é que Jesus disse que sentia gozo, se ele estava a algumas horas de ser crucificado?

Por que ele sentia gozo?

Ele sentia gozo porque ele sabia que iria voltar, que iria deixar o Consolador, que a paz seria a paz na nossa vida, e que ele formaria um Espírito de alegria dentro de nós que mesmo, nas horas de tribulações, haveria um espaço para nós dizermos: Aba Pai! Quarta dádiva nos deixou uma família

Jesus sabia que o mundo trataria os discípulos conforme ele foi tratado pelos religiosos, que o rejeitaram, que o odiaram, que perseguiram e tentaram todo o mal. Na hora da crucificação ele disse:Mulher, eis aí teu filho; filho, eis aí tua mãe!

Jesus quis dizer: O importante, agora na minha partida, é que vocês que crêem em mim, constituam uma família. João 15:12 e 17 “O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.”Versículo 17: “Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros.”

Então, na realidade, por que isto é importante? Nós não somos uma igreja religiosa, nós somos uma família, e depois, cada família “per si” quando volta para a sua casa, continua sendo uma família, agora menor, restrita ao lar.

Então, Jesus disse: Eu quero que vocês, realmente, se amem uns aos outros. E ele disse: Muito mais importante do que você realizar, do que você fazer é que vocês sejam uma família de Deus.

Uma família! Portanto, o que o espírito da família, que nós estamos ensinando durante estes dias. É na família que encontramos conforto, nós encontramos ajuda, nós encontramos encorajamento, nós realizamos os nossos sonhos. Quando estas famílias todas se juntam, constituem a grande família de Deus, a Igreja de Jesus.

Olha como Jesus se preocupou com esta questão?

Em João 19:25 a 27 diz assim: ”E junto à cruz estavam a mãe de Jesus, e a irmã dela, e Maria, mulher de Clopas, e Maria Madalena. Vendo Jesus sua mãe e junto a ela o discípulo amado, disse: Mulher, eis aí teu filho.”

Você não vai ficar sozinha, não vai ficar abandonada, agora, João vai ser o seu filho! Depois, ele diz ao discípulo no versículo 27“Depois, disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. Dessa hora em diante, o discípulo a tomou para casa.”

Então, Jesus queria deixar:

1.A certeza do futuro;

2.O Consolador – que ensinaria e lembraria de tudo, conduziria e confortaria;

3.A paz – Uma paz que o mundo não tem, só Jesus tem;

4.Uma família.

Lá na cruz do Calvário, já há poucas horas dele partir, desencarnar, o espírito sair da carne dele, ele disse: Não! Eu não posso deixar a minha mãe só. Ele diz: Mulher! Eis aí o teu filho! Filho! Eis aí a tua mãe! Cuida da minha mãe!

Então, ele constituiu, mais uma vez, os laços familiares que pareciam que estavam se desestruturando, naquela hora.

No versículo 28 e 30 diz: “Depois, vendo Jesus que tudo já estava consumado, para se cumprir a Escritura, disse: Tenho sede! Estava ali um vaso cheio de vinagre. Embeberam de vinagre uma esponja e, fixando-a num caniço de hissopo, lha chegaram à boca. Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado! E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito..”

Tudo estava consumado!

Tudo o que estou te ensinando, ali, se consumou naquela hora: O espírito da família, a paz de Deus, o consolo, a certeza do futuro, a segurança da nossa salvação, a vida eterna, a certeza de que nunca seríamos abandonados.

Então, agora, o que se passou após a sua morte?

Já vimos antes da morte, na morte e na sua pós-morte. Em João 20: 11 a 18, o Senhor diz assim: “Maria, entretanto, permanecia junto à entrada do túmulo, chorando. Enquanto chorava, abaixou-se, e olhou para dentro do túmulo, e viu dois anjos vestidos de branco, sentados onde o corpo de Jesus fora posto, um à cabeceira e outro aos pés. Então, eles lhe perguntaram: Mulher, por que choras? Ela lhes respondeu: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram. Tendo dito isto, voltou-se para trás e viu Jesus em pé, mas não reconheceu que era Jesus. Perguntou-lhe Jesus: Mulher, por que choras? A quem procuras? Ela, supondo ser ele o jardineiro, respondeu: Senhor, se tu o tiraste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei. Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, lhe disse, em hebraico: Raboni (que quer dizer Mestre)!”

Ele já havia ressuscitado!

Nos versículos 17 e 18: “Recomendou-lhe Jesus: Não me detenhas; porque ainda não subi para meu Pai, mas vai ter com os meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, para meu Deus e vosso Deus. Então, saiu Maria Madalena anunciando aos discípulos: Vi o Senhor! E contava que ele lhe dissera estas coisas.” Eu vi o Senhor! Ele não é um Deus de uma igreja, um derrotado, um fraco, ele é Senhor de senhores, ele venceu o maior inimigo que é a morte, ele disse: O meu Deus, o teu Deus, O meu Pai, o vosso Pai, ele se constituiu Deus conosco, um espírito conosco e agora, Madalena disse: Eu vi o Senhor! Viu porque ele ressuscitou! Viu porque ele disse: Eu voltarei! Viu porque ele disse: Eu enviarei o consolador. Viu porque ele disse: Tudo que é da paz, eu vos dou! Viu porque ele cuidou da família na hora da morte. Viu porque todas as promessas profetizadas desde o antigo pacto, agora, se confirmaram.

E quem vê Jesus tem que fazer o quê? João 14:1 “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.”

O que Deus quer, neste dia de Páscoa, é que nós creiamos nele. Que nós sejamos abençoados para sermos uma benção, nós temos o consolador conosco, Jesus voltará, nós não somos órfãos, nós não estamos sós. Ele ressuscitou! Maria Madalena viu. Nós temos alguns irmãos, aqui da Igreja, que já foram para Israel e constataram: O túmulo está vazio! Ele, agora, vive em nós! Cristo Vive em nós! Diz: Cristo Vive em mim! E agora, que nós vimos Jesus, tu estás vendo Jesus no irmão que está do teu lado; eu vejo em ti, naquela moça que estava, aqui, morta, caída… Nós temos visto Jesus, nesta Igreja, e ele quer que o seu nome seja exaltado, através dos satélites do mundo para que todo olho veja e todo ouvido ouça que Jesus é o Senhor. Ele quer que isto aconteça, e quer que o mundo inteiro saiba, conforme Paulo disse aos Filipenses 2:10 e 11 “para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.”

Amado, ouve! Todas estas promessas são verdadeiras! O mundo tem que se curvar diante do Pai! Nós sabemos que no meio do judaísmo existem pessoas que são da graça de Deus. Nós sabemos que no meio do Islã existem pessoas que são da graça de Deus. Nós sabemos que no meio deste mundo gentio há milhões e milhões que estão esperando a palavra, que estão esperando o ressuscitado. Não estão esperando a chaga da idolatria Romana, mas estão esperando o Ressuscitado, e Ele está, aqui, nesta manhã. Ele está convencendo do juízo e da justiça. E  está dizendo: Abandona o pecado! Ele está dizendo: Trata a tua esposa com honra e dignidade! Ele está dizendo: Não te ires com teus filhos! Ele está dizendo: Sê um homem de uma só palavra! Ele está dizendo: Abandona o cigarro, a bebida, o mundo, a farra. Ele está dizendo: Crê em mim! Ele está dizendo: Consagra a tua vida no meu altar! Ele está dizendo: Eu voltarei!

Ele vai reunir todos os seus e quando a sétima trombeta tocar e, a bíblia diz que num abrir e fechar de olhos, nas nuvens, se verá o Nosso Senhor. E então, os mortos em Cristo ressuscitarão e os cemitérios se abrirão e seremos um só povo, uma só fé, um só Senhor, não haverá parede de separação e viveremos com ele, eternamente, dizendo como diz Apocalipse 5:5 e 8: “Todavia, um dos anciãos me disse: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos.”

Versículo 8: “e, quando tomou o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um deles uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos, e entoavam novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus os que procedem de toda tribo, língua, povo e nação.”

Então, diremos como diz Apocalipse, em revelações: Que diante do Cordeiro diremos: Glórias para sempre ao Cordeiro de Deus, a Jesus, o Senhor, ao Leão de Judá, à Raiz de Davi que venceu! Ele      Venceu para que tu sejas um vencedor! E viveu para que tu vivas! E voltará para que tu creias no teu futuro! Deus: Sê louvado! Sê exaltado! Onde está Jesus não há doença! Sai doença deste corpo! Onde há miséria: Sai miséria! Não há lugar para derrota: Sai derrota deste corpo! Não há lugar para perdas: Sai deste corpo, desta vida e desta família! Eu creio em Deus! Eu creio em Deus! Crede em Jesus! Aleluia! Ó Deus! Recebe o nosso louvor! Recebe a gratidão do nosso coração! Nós acreditamos no plano perfeito da ressurreição de Cristo, aliás, nós seríamos os mais infelizes desta terra, se não crêssemos que ele ressuscitou! Mas, ele ressuscitou! Ele está vivo! Ele voltará! E esta Igreja, Missão Apostólica da Graça de Deus, Igreja Cristo Vive e toda a nossa Igreja, sem paredes e sem fronteiras à volta do mundo, ouvirão que nós somos uma noiva ataviada de branco, sem manchas, sem rugas e sem defeitos. E todos nós um dia estaremos diante do Pai, e veremos Abraão, veremos Paulo, Davi, Isaías, os Profetas, Daniel, Ezequiel, Oséias, Habacuque, João, Mateus, Lucas, Marcos, Tiago. Veremos os primeiros Mártires, aqueles que disseram: Eu não nego o meu Senhor! Podem me matar! Mas, eu vou viver! Veremos o velho Noé, o construtor da Arca, veremos Moisés com seu cajado de autoridade, mas o mais importante vamos ver uns aos outros, e vamos dizer: Graças a Deus! Porque valeu a pena; porque o sol da justiça brilhou na nossa vida, tantos domingos, tantas segundas com sol, chuva, calor, e lá estávamos nós, na casa do Senhor. Valeu!

E então, olharemos para o trono e lá veremos com autoridade, à destra, o pleno poder e autoridade de Deus, veremos Jesus reinando sobre tudo e sobre todos, o Cordeiro perfeito, aquele que prometeu: Eu não vos deixarei órfãos! Eu não vos deixarei órfãos!

Ele está, aqui, nesta manhã! Esta igreja não existe porque um homem quis que ela existisse, esta igreja existe porque era um plano de Deus para o mundo, e todos nós fazemos parte deste plano. Tu que  chegaste aqui, pela primeira vez angustiado, amedrontado, com problemas, entrega a tua vida a Jesus, diz lá dentro: Senhor! Eu não quero mais me sentir órfão, eu quero ser cuidado e pastoreado por este Anjo, eu quero ter um tutor, quero ter uma família, eu quero ter direito à ceia, investir a minha vida na obra, quero estar junto ao Apóstolo, cada vez que ele enviar um sinal para o mundo, desta igreja, eu quero ir com este sinal para o satélite. Jesus é o Senhor! Jesus é Deus! Ele é o único! Ele é o verdadeiro, ele é Deus! Recebe a nossa adoração, Pai!

Que Páscoa feliz! Que lindo! Que maravilhoso nós termos esta classe de convicção, e que ninguém pode tirar da nossa vida. Ninguém. Uma vez em Cristo, em Cristo para sempre. Uma vez perdoado, perdoado para sempre. Uma vez ungido, ungido para sempre. Uma vez em Cristo, em Cristo para sempre. Amém! Assim seja! Assim disse o Senhor!

 

TV CRISTO VIVE

TV Cristo Vive

Clique e assista

Participe de nossos cultos ao vivo, direto de nossa Sede Internacional no Rio de Janeiro - Brasil.

CULTOS

Cultos Brasil

Áudio | Vídeo

Domingo - 9:00h e 18:00h
Segunda-feira - 19:30h Quarta-feira - 19:30h

Cultos Portugal

cristoviveportugal@gmail.com

Domingo - 10:00
Segunda-feira - 20:30
Quarta-feira - 20:30
Horário de Lisboa

Cristo Vive em Portugal

ARQUIVOS

Visite nosso arquivo de mensagens em Áudio ou Video
Visite nosso arquivo de mensagens em texto

Cristo Vive em Portugal Blog do Eleito Facebook TV Online Milagres Vivos Youtube TV Cristo Vive Youtube Igreja Cristo Vive Palavra Profética